• Otoflix

P300



É um potencial (chamado Positivo 300) auditivo evocado, gerado voluntariamente, dependente de ATIVIDADE COGNITIVA, principalmente da atenção. Sua origem é complexa e ainda mal compreendida. Para que ele apareça, é necessário que o indivíduo processe um tipo de sinal inesperado, no nível cognitivo. Portanto, o paciente deve estar descansado e não sedado para realizar o exame.


A ausência de respostas só deve ser considerada distúrbio do processamento auditivo central se o paciente informar corretamente o número de estímulos específicos deflagrados, e mesmo assim, a resposta P300 estiver ausente. Ou seja, quer dizer que o paciente ouve, mas não processa o som.


Portanto, este exame tem se mostrado bastante útil para definir presença de DISTÚRBIO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL. Também, pode ser utilizado em idosos com dificuldade de reconhecimento de fala em ambientes ruidosos e na detecção de SIMULADORES, onde o indivíduo não informa que ouviu o som deflagrado, porém produz o P300.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo